Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

O regresso do grande campeão

O regresso do grande campeão
Direitos de autor
REUTERS/Mike Segar
Tamanho do texto Aa Aa

Um regresso a todos os títulos excecional, tanto mais que há 11 anos que Tiger Woods não conquistava um título tão importante.

Nos últimos anos Woods viu-se a braços com crises de ordem pessoal assim como uma lesão na coluna e problemas nos joelhos que o afastaram dos relvados durante anos.

Mas a vitória no torneio de Augusta veio mudar tudo isto.

"Tinha sérias dúvidas depois do que aconteceu há dois anos. Mal podia andar, não podia sentar-me ou deitar-me, não podia fazer nada. Por sorte fui operado à coluna e isso permitiu-me levar uma vida normal. Foi então que me apercebi que conseguia jogar golfe de novo e que ia conseguir fazer tudo isto, ainda tenho as mãos para tal", disse Tiger Woods durante a conferência de imprensa realizada após a vitória no torneio de Augusta.

Uma vitória que mereceu os parabéns do atual presidente norte-americano, Donald Trump, e do anterior também, Barack Obama.

A última vez que Tiger Woods conquistou um título no masters de Augusta foi em 2005.

Em 2008 Woods conquistava aquele que seria o seu último título de relevo no Open dos Estados Unidos.

Aos 43 anos Tiger Woods está de regresso às competições e com ambições renovadas.