Última hora

Peritos pôem em causa Macron na reconstrução de Notre-Dame

Peritos pôem em causa Macron na reconstrução de Notre-Dame
Tamanho do texto Aa Aa

Depois do fogo, a reconstrução. A promessa, feita pelo presidente francês no mesmo dia do incêndio da catedral de Notre-Dame, foi bem acolhida pela sociedade. No entanto, os 5 anos com que Emmanuel Macron se comprometeu para finalizar a obra, estão a ser postos em causa por alguns peritos.

Para Roger Lewis, professor jubilado da Escola de Arquitetura da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos da América, "é realista para certas partes do edifício, em particular o telhado. A estrutura do telhado é feita de madeira, de vigas de madeira. Isso pode ser reconstruído, provavelmente até em menos de cinco anos. Acho que antes de mais, ainda têm de se certificar de que está tudo estável, de que é seguro entrar lá e andar pelo espaço".

Também Wolfgang Zehetner, presidente da Associação Europeia de Construtores, duvida do tempo dado por Macron para a concretização da obra. "No final da Segunda Guerra Mundial, quando a catedral de Santo Estêvão ficou aparentemente ainda mais destruída, os trabalhos de reconstrução duraram sete anos. Demorou quatro anos até o telhado estar recosntruído e fechado, e décadas depois continuámos a reparar pequenos danos", conta.

Para já, as autoridades francesas procedem à avaliação dos estragos na catedral

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.