Última hora

Última hora

Exército dinamarquês quer recrutar "gamers"

Exército dinamarquês quer recrutar "gamers"
Tamanho do texto Aa Aa

É entre "gamers" que as Forças Armadas da Dinamarca estão à procura de candidatos para pilotos, comandantes de voo e operadores de radares.

Numa feira de jogos eletrónicos, em Copenhaga, o major Peter Moldrup explicou a aposta do exército: "Em geral, os gamers são bons comunicadores. São bons a focarem-se na resolução de uma tarefa. E aprendem rapidamente".

Os gamers mostram-se entusiasmados com a possibilidade de serem recrutados. "Estamos em frente ao computador dez horas por dia, de qualquer das formas. Se pudéssemos usar isso para o serviço militar, seria fantástico", realça um dos jogadores presentes no evento de Copenhaga.

As Forças Armadas já tinham recriado o processo de recrutamento em vários testes, a que foram submetidos gamers.