Última hora

Última hora

Drama familiar em Tenerife

Drama familiar em Tenerife
Tamanho do texto Aa Aa

A polícia espanhola na Ilha de Tenerife já localizou os corpos de uma mãe e do seu filho de dez anos.

As vítimas de nacionalidade alemã haviam sido dadas como desaparecidas na terça-feira.

O único sobrevivente teria sido uma criança de 5 anos de idade que foi encontrada por caminhantes que a viram a chorar e a vaguear pela montanha.

Segundo as autoridades, a criança contou à polícia que o pai havia levado a família para uma gruta onde foram atacados. Tudo sugere que o menino de cinco anos teria conseguido escapar.

A polícia ainda está a investigar o motivo do crime.

"Pode ser um caso de violência doméstica, pelo menos é o que parece, mas ainda não sabemos. Não podemos dizer nada até termos mais informações e provas", adianta José Miguel Rodríguez Fraga, o presidente da câmara de Adeje.

O pai da família já havia sido detido na terça-feira à noite no seu apartamento situado na localidade de Adeje. Até ao momento recusou-se a cooperar com a polícia e diz que a sua família estava viva quando os deixou.

"Ele não nos deu muitas informações. Ele diz que deixou a família na gruta e nada mais" acrescentou José Miguel Rodríguez Fraga.

O detido ainda não foi acusado de violência doméstica em Espanha.