Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

França: Governo mobiliza sete mil polícias para manifestações de 1 de maio

França: Governo mobiliza sete mil polícias para manifestações de 1 de maio
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O governo francês teme um dia violento neste 'primeiro de maio' e decidiu mobilizar 7 mil polícias para evitar confrontos maiores nas manifestações que estão agendadas pelos sindicados.

Os desfiles de protesto são habituais no dia 1 de maio, mas este ano as autoridades francesas rceberam informação de que haverá centenas de ativistas radicais infiltrados nas manifestações.

O ministro da Administração interna deixou um apelo a todos os manifestantes: "O dia 1 de maio é o dia da festa do Trabalho, não o dia da violência", disse Christophe Castaner. "Gostaria que os sindicatos - todos os que têm convicções sinceras - se expressem livremente. E, para esse fim, garantiremos que todos os que procuram violência e caos vão ser impedidos de o fazer, detidos e julgados.", concluiu o ministro.

No ano passado, mais de 14 mil pessoas participaram no desfile de 1 de maio, dia que também ficou marcado também por atos de vandalismo nos arredores da capital, como montras de lojas partidos.

Este ano, para evitar o mesmo cenário, grande parte do comércio da capital estará de portas fechadas. Encerradas também estão mais de 20 estações de comboio e de metro durante toda a manhã.