EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Peça de João Garcia Miguel sobe ao palco do Madách

Peça de João Garcia Miguel sobe ao palco do Madách
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

"Casa de Bernarda Alba" foi a obra escolhida pelo encenador para subir ao palco do Festival internacional de Teatro de Budapeste

PUBLICIDADE

O teatro nacional de Budapeste organiza, todos os anos, um encontro de homenagem ao poeta e dramaturgo húngaro Imre Madách.

A edição deste ano viu subir a palco a "Casa de Bernarda Alba", original de Federico García Lorca, encenada no festival pelo português João Garcia Miguel. O encenador, em entrevista à Euronews, disse que a peça é um reflexo aos dias de hoje.

"Uma mulher torna-se uma espécie de homem, um monstro, de caráter tirânico, que fecha todas as filhas e toda a vida dela dentro das paredes", disse. "É uma boa metáfora para o momento em que vivemos, o aumento destes sentimentos conservadores", concluiu João Garcia Miguel.

Outra obra que subiu a palco foi o "Um elétrico chamado Desejo", um original norte-americano dos anos 40 aos olhos do encenador alemão Michael Thalheimer.

A atriz principal, Cordelia Wege, contou à Euronews o que sentiu em subir ao palco com o clássico.

“Ela é ousada. Abusa de outras pessoas e acaba por receber o mesmo em troca. Todos os atores que estão no palco não estão livres, de alguma forma. São magoados e acabam em mágoa. As nossas dores acabam por ser um processo de limpeza. Não para a audiência mas para mim foi", disse Cordelia Wege.

O festival começou dia 11 de abril e termina dia 5 de maio. Recebe ao todo 23 peças de teatro de 13 países diferentes.

Site do Festival

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Falta de apoio financeiro não impede teatro da Rocinha

"A ideia base será sempre tocar o disco como peça de teatro"

Artistas emergentes e consagrados para ver na Art Basel