A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Tusk acusa governo polaco de desrespeitar a constituição

Tusk acusa governo polaco de desrespeitar a constituição
Direitos de autor
Dawid Zuchowicz/Agencja Gazeta/via REUTERS
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Donald Tusk foi à Polónia e não se absteve de falar sobre política interna. O presidente do Conselho Europeu aproveitou as celebrações do Dia Nacional no país para denunciar o alegado desrespeito do Partido Lei e Justiça, atualmente no governo, pela constituição polaca.

"Por que é que deveriam corrigir a constituição se, por várias razões, não são capazes de seguir as suas regras fundamentais. Precisamos de recuperar a confiança quando falamos sobre os mais importantes atos legislativos: as leis e as regras", afirmou Tusk, durante um discurso na Universidade de Varsóvia.

Na Polónia, o governo eurocético tem colidido com as instituições europeias ao promover uma reforma do sistema judicial do país.

O objetivo é banir vestígios do comunismo, dizem os polacos. Os críticos alertam, no entanto, para uma tentativa de restringir o poder dos tribunais sob a alçada do poder político.

Para o presidente polaco. Andrzej Duda, "a União Europeia precisa de mais democracia, na prática, isto significa que os papéis do Parlamento Europeu e do Conselho Europeu devem ser mais fortes, ou seja, os órgãos onde os Estados e as sociedades estão verdadeiramente representados, onde existe uma genuína democracia. Na minha opinião, as mudanças na União Europeia devem seguir nesta direcção".

Com o fim da presidência do Conselho Europeu à vista, Donald Tusk é tido como um nome possível na corrida às presidenciais na Polónia. Um regresso à política nacional, que, de acordo com as sondagens, pode representar uma concorrência renhida a Andrzej Duda.