Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Trump perde porta-voz "combativa"

Trump perde porta-voz "combativa"
Direitos de autor
REUTERS/Kevin Lamarque
Tamanho do texto Aa Aa

Donald Trump perde uma das colaboradoras mais próximas no fim do mês. O presidente norte-americano anunciou a saída de Sarah Sanders, porta-voz da Casa Branca conhecida pela posição combativa face aos jornalistas que questionam regularmente as políticas da administração.

Trump afirmou que ela fez "um trabalho incrível" e que ambos passaram "por muito juntos e ela é dura" e "maravilhosa".

Sanders regressará ao Estado natal do Arkansas, onde Trump disse esperar que brigue pelo cargo de governadora, ocupado pelo pai, Mike Huckabee, entre 1996 e 2007.

A porta-voz demissionária afirmou que teve "a honra de uma vida" e que "não podia estar mais orgulhosa pela oportunidade de servir o país e, em particular, trabalhar com este presidente, que fez tanto nestes dois anos e meio. Algo que", afirmoub

A Casa Branca ainda não anunciou o substituto. Sanders junta-se assim a vários outros nomes importantes do executivo que desde dezembro deixaram o cargo, como a ex-responsável da Segurança Nacional Kristjen Nielsen, o antigo chefe de gabinete da Casa Branca John Kelly e o ex-secretário da Defesa James Mattis.