Última hora

António Guterres: "É preciso evitar a escalada no Golfo"

António Guterres: "É preciso evitar a escalada no Golfo"
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Enquanto a tensão sobe no Golfo, o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, alerta para a necessidade de "evitar qualquer forma de escalada".

Guterres falava em Lisboa, onde participou na conferência mundial dos ministros da Juventude: "Todos devem manter nervos de aço. É absolutamente essencial evitar qualquer forma de escalada; o mundo não se pode permitir um grande confronto no Golfo", disse.

Por seu lado, o conselheiro norte-americano para a Segurança Nacional continua a alimentar a tensão. Em conferência de imprensa com Benjamin Netanyahu, John Bolton afirmou: "Nem o Irão nem qualquer outro actor hostil deve confundir a prudência e a discrição dos EUA com fraqueza. As sanções fazem mal e foram acrescentadas mais ontem à noite. O Irão nunca poderá ter armas nucleares, nem contra os EUA nem contra o mundo.

Na quinta-feira, um míssil iraniano destruiu um drone de vigilância Global Hawk dos EUA, um incidente que Washington disse ter acontecido no espaço aéreo internacional. O Irão diz que foi no seu espaço aéreo e fala de um incidente anterior com um drone espião norte-americano. O ministro iraniano dos Negócios Estrangeiros, Mohammad Javad Zarif, revela, no Twitter, o que diz serem provas da intrusão de um drone "MQ9", em território iraniano no dia 26 de maio.

Teerão repete que responderá firmemente a qualquer ameaça dos Estados Unidos.

De acordo com o Washington Post, Trump terá ordenado, secretamente, um ciberataque de reataliação contra os sistemas de defesa iranianos, que terá atingido plataformas de lançamento de roquetes.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.