A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Polícia italiana detém 126 membros de clãs da Camorra

Polícia italiana detém 126 membros de clãs da Camorra
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A Polícia italiana realizou mais uma operação contra a Máfia. Mais de uma centena de detenções, desta vez de membros de clãs da Camorra.

126 detidos, ao início da manhã desta quarta-feira, numa operação relâmpago conduzida pela polícia italiana. A Operação Cartagena tinha como objetivo pôr fim à Aliança Secondigliano, uma espécie de "cartel criminoso", que une três importantes clãs da Camorra: Contini, Mallardo e Licciardi. A investigação foi coordenada pela Direção Distrital Antimáfia do Ministério Público. Os detidos estão acusados de vários crimes, entre eles associação mafiosa ao tráfico de drogas, através de extorsão e usura.

A operação começou em Nápoles, mas se espalhou por todo o território nacional e também ao estrangeiro.

Terça-feira, numa ação que se estendeu por vários pontos da Calábria, as autoridades italianas tinham capturado vários dirigentes da máfia mais poderosa de Itália, a Ndrangheta. Foram detidos traficantes, comerciantes, homens de negócios e até políticos.