Última hora

Caso Vincent Lambert: Supremo autoriza fim de alimentação artificial

Caso Vincent Lambert: Supremo autoriza fim de alimentação artificial
Tamanho do texto Aa Aa

Nova reviravolta no caso de Vincent Lambert, o enfermeiro francês tetraplégico, em estado vegetativo há uma década, na sequência de um acidente rodoviário.

Numa decisão que é uma vitória para a mulher e tutora legal, o Supremo Tribunal francês decretou que os médicos podem parar a alimentação e hidratação artificial que mantêm Lambert com vida.

A máxima instância anula assim a decisão de um tribunal de recurso, que tinha ordenado a sua manutenção em vida. O advogado da esposa de Lambert explicou que "não há mais recursos possíveis" em território francês.

Mas os advogados dos pais do enfermeiro disseram que vão pedir ao Comité da ONU sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência que intervenha junto do governo francês.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.