A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Detida comandante do "Sea Watch 3"

Detida comandante do "Sea Watch 3"
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A comandante do Sea Watch 3, Carola Rackete, foi detida pelas autoridades italianas mal deu à costa, perante os aplausos da população que assistiu ao desembarque. Uma vedeta da polícia marítima ainda tentou impedir que o navio de bandeira holandesa, propriedade da ONG alemã, entrasse no porto, mas em vão. A comandante alemã de 31 anos arrisca, segundo a comunicação social italiana, 10 anos de prisão, e está acusada de resistência ou violência contra um navio de guerra.

Apesar da proibição do governo de Itália, a tripulação do Sea Watch insistiu em forçar o bloqueio e o navio atracou em Lampedusa com 40 migrantes africanos a bordo. Rackete alegou uma situação de emergência humanitária para desobedecer, depois de o navio ter estado à deriva durante cerca de duas semanas. Depois de se aproximar da ilha, o navio estava bloqueado a uma milha náutica da costa, mas durante a madrugada a comandante decidiu forçar. Os migrantes deixaram o navio cerca das cinco e meia da manhã e foram encaminhados para o centro de acolhimento de Lampedusa.

"Na frente política e na frente das negociações sobre a redistribuição dos migrantes, sabemos que há 5 países que se ofereceram para os receber", esclarece a enviada especial da euronews a Lampedusa, Giorgia Orlandi.