Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Detida comandante do "Sea Watch 3"

Detida comandante do "Sea Watch 3"
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A comandante do Sea Watch 3, Carola Rackete, foi detida pelas autoridades italianas mal deu à costa, perante os aplausos da população que assistiu ao desembarque. Uma vedeta da polícia marítima ainda tentou impedir que o navio de bandeira holandesa, propriedade da ONG alemã, entrasse no porto, mas em vão. A comandante alemã de 31 anos arrisca, segundo a comunicação social italiana, 10 anos de prisão, e está acusada de resistência ou violência contra um navio de guerra.

Apesar da proibição do governo de Itália, a tripulação do Sea Watch insistiu em forçar o bloqueio e o navio atracou em Lampedusa com 40 migrantes africanos a bordo. Rackete alegou uma situação de emergência humanitária para desobedecer, depois de o navio ter estado à deriva durante cerca de duas semanas. Depois de se aproximar da ilha, o navio estava bloqueado a uma milha náutica da costa, mas durante a madrugada a comandante decidiu forçar. Os migrantes deixaram o navio cerca das cinco e meia da manhã e foram encaminhados para o centro de acolhimento de Lampedusa.

"Na frente política e na frente das negociações sobre a redistribuição dos migrantes, sabemos que há 5 países que se ofereceram para os receber", esclarece a enviada especial da euronews a Lampedusa, Giorgia Orlandi.