A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Exploração de gás preocupa comerciantes em Creta

Exploração de gás preocupa comerciantes em Creta
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Com a assinatura do acordo para a exploração de gás a oeste e sudoeste de Creta, começou o debate nesta ilha grega. As primeiras perfurações só começam mais tarde, mas os cretenses tentam já perceber como é que isto lhes vai afetar a vida.

Stelios Giallinakis é o chefe da associação de pescadores. Teme pelo habitat natural da ilha e pelo trabalho: "A questão é saber se estas perfurações vão afetar o ambiente e, consequentemente, o turismo. É o tema principal para os locais. Pessoalmente, como pescador, tenho medo que esta atividade venha a reduzir as reservas de peixe. Já é difícil encontrar peixe, por isso a situação não pode piorar, é uma questão de sobrevivência.

Será que Stelios vai conseguir continuar a fornecer a peixaria local? Uns metros mais à frente, Aristea Pitsaki pergunta se os turistas vão continuar a visitar o seu restaurante em Palaiochora e provar o famoso frango assado.

O restaurante tem 10 empregados e Aristea quer contratar mais, mas tem medo que o início das perfurações faça fugir os turistas e a clientela comece a diminuir: "Tenho medo, estou preocupada, porque estas prospeções sísmicas podem afetar o ambiente e, logo, o turismo. A nossa economia está baseada no turismo. Precisamos de saber mais, temos de saber exatamente o que vai acontecer. Isto pode mudar as nossas vidas".

Para o governo regional de Creta, este projeto vai transformar a ilha numa importante plataforma energética e criar novas oportunidades de emprego.

No que toca à proteção do ambiente, as autoridades argumentam que foram tomadas todas as medidas necessárias. A euronews falou com Nikolaos Kalogeris, membro do Governo Regional responsável pelo ambiente e energia: "É uma grande oportunidade para todo o país. Não podemos esquecer que a Grécia passou por uma crise económica profunda. Precisamos de investimentos. Minimizámos os riscos. Temos de ter presente que, em todo o mundo, há plataformas perto de destinos turísticos importantes, ainda mais famosos que Creta. Por exemplo, Acapulco fica perto do Golfo do México, onde já aconteceu um acidente importante. Bali, na Indonésia, é outro exemplo".

"Na ilha, há quem acredite que o mar, o sol e a cultura são a riqueza de Creta. Outros falam de uma oportunidade de investimento única. Por enquanto, os locais informam-se, falam uns com os outros e esperam pelas primeiras prospeções marítimas", conta o enviado especial da euronews à ilha de Creta, Apostolos Staikos.