Última hora

Syriza passa a principal força de oposição na Grécia

Syriza passa a principal força de oposição na Grécia
Tamanho do texto Aa Aa

A Grécia foi às urnas e entregou o comando do país a Kyriákos Mitsotákis. O partido Nova Democracia venceu as eleições deste domingo por maioria absoluta depois de conquistar 39,8% do eleitorado e eleger 158 deputados. Uma viragem do país à direita, que deixou para segundo plano o Syriza. Com 31,6% dos votos, o partido de Alexis Tsipras perde 59 deputados e passa a principal força da oposição.

Entre os apoiantes do Syriza, a noite foi de desilusão e algum conformismo. "Estávamos à espera desta derrota. As eleições europeias já a deixavam antever. Pessoalmente não acredito que seja um bom resultado para a maioria dos gregos, mas vamos ver", afirma Dimitris Papanikolopoulos, um dos eleitores que viu o partido votado perder o poder do país.

Após conhecer os resultados, Alexis Tsipras assumiu a derrota, relembrando o papel do partido que levou a Grécia da crise económica à consolidação financeira validada pela União Europeia, depois de 10 anos de austeridade e três programas de resgate .

"Lutámos e conquistámos muito, sempre de cabeça erguida, e hoje, mais uma vez, de cabeça levantada aceitamos o veredicto do povo. De cabeça levantada, porque sabemos que o próximo governo vai herdar uma Grécia que não tem nada a ver com a Grécia que herdámos", disse o agora primeiro-ministro cessante.

Alexis Tsipras, mostrou-se confiante face aos resultados do Syriza, num discurso em que afirmou que os resultados alcançados não representam uma derrota estratégica, mas sim uma oportunidade de tornar o partido numa grande força política democrática e progressista.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.