Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Dia de eleições na Grécia

Dia de eleições na Grécia
Direitos de autor
REUTERS/Costas Baltas
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Dia de eleições na Grécia, este domingo. Alexis Tsipras e o partido Syriza sofreram uma derrota pesada e anteciparam as eleições legislativas, o que pode levar à mudança de governo. Se a Grécia afastar Tsipras será o fim de um ciclo.

O primeiro-ministro grego votou esta manhã.

"Hoje é um dia dedicado à democracia. Os cidadãos gregos decidem o futuro do país nos próximos quatro anos - decidem as suas vidas. As urnas abriram pela manhã e estavam vazias. Portanto, a decisão de todos no momento da votação vai determinar o resultado eleitoral."
Alexis Tsipras
Primeiro-ministro da Grécia

O líder do principal partido de oposição, também votou cedo e prestou declarações.

"As eleições são a grande celebração da democracia. Eu respeitarei o veredicto do povo. Hoje, os gregos têm o futuro do seu país nas mãos e tenho a certeza que o amanhã trará um futuro melhor para a Grécia.”
Kyriakos Mitsotakis
Líder do Nova Democracia

O Nova Democracia está na liderança das sondagens e pode repetir a vitória nas eleições europeias de 26 de maio e nas regionais e municipais que aconteceram em simultâneo.

"As urnas abriram abriram para as eleições parlamentares na Grécia às 7 horas da manhã. O primeiro-ministro Alexis Tsipras declarou que o país teria eleições antecipadas, duas semanas depois do partido SYRIZA ter sofrido uma derrota nas eleições europeias e regionais. Todos os partidos apelaram à participação dos cidadãos nestas eleições, destacando a sua importância", conclui a jornalista da euronews, Klelia Avatagelou.