A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Campeãs do Mundo não querem ir à Casa Branca

Campeãs do Mundo não querem ir à Casa Branca
Direitos de autor
REUTERS/Eduardo Munoz
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

As vencedoras do Campeonato do Mundo feminino de futebol regressaram a casa. No domingo, a seleção dos Estados Unidos derrotou a Holanda e conquistou o tetra.

Megan Rapinoe, que foi eleita a melhor jogadora da competição, tinha dito que não iria à Casa Branca, caso a equipa vencesse o Mundial, deixando o presidente dos Estados Unidos irritado. "Ganhámos tudo e acho que de uma forma divertida. Dissemos publicamente, eu disse publicamente, que a maioria da equipa, senão toda a equipa - acho que toda a equipa está comigo - não quer ir à Casa Branca", afirmou Rapinoe.

"Não quero falar necessariamente por toda a equipa. Obviamente que cada uma de nós tem as suas opiniões, mas acredito que elas sejam eventualmente coincidentes. Eu já disse o que pensava. Não me sinto bem-vinda na Casa Branca e não creio que eu, individualmente, vá", disse a jogadora Alex Morgan.

Mas a seleção feminina de futebol dos Estados Unidos vai participar noutras comemorações, como um desfile pelas ruas de Nova Iorque na quarta-feira.