Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Reunião extraordinaria sobre o Irão

Reunião extraordinaria sobre o Irão
Direitos de autor
REUTERS/Lisi Niesner
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Conselho de Governadores da Agência Internacional de Energia Atómica reuniu-se, de forma extraordinária, em Viena, para avaliar os últimos desenvolvimentos relativos ao acordo nuclear com o Irão.

Enquanto isso, um enviado do presidente francês foi ao Irão reunir-se com o ministro iraniano dos Negócios Estrangeiros.

Entretanto, o presidente iraniano, Hassan Rouhani, ameaçou o Reino Unido e criticou os EUA: "Estes americanos, que em geral violaram o Plano de Ação Conjunto Global, convocaram agora uma reunião de emergência do Conselho de Governadores, perguntando por que é que o Irão abandonou alguns dos seus compromissos com o plano. Esta é uma história engraçada e coisas destas são raras na história política do mundo ".

No Twitter, Trump acusou o Irão de estar há muito tempo a enriquecer urânio e anunciou que as sanções serão em breve aumentadas substancialmente.

Na segunda-feira, inspetores da Agência Internacional de Energia Atómica confirmaram que o Irão tinha começado a enriquecer urânio a um nível proibido pelo acordo nuclear.