Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Rali Rota da Seda: problemas mecânicos na moto de Speedy

Rali Rota da Seda: problemas mecânicos na moto de Speedy
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A sexta etapa do Rali Rota da Seda, um percurso total de 412km, contou com um percurso especial de 279km, onde vários participantes perderam o rumo, causando várias alterações na classificação geral.

Com uma rota através da Mongólia já de si complicada, o tempo não ajudou, com chuva, trovoadas e calor.

Motocicletas: problemas mecânicos no moto de Speedy

Logo após o começo da segunda fase do percurso, os irmãos Luciano Benavides (RED BULL KTM Factory Racing) e Kevin Benavides (MONSTER ENERGY HONDA TEAM), bem como Sam Sunderland (RED BULL KTM Factory Racing), perderam a rota, mas o último retomou rápidamente o caminho certo.

No entanto, o britânico perdeu tempo precioso a favor do espanhol Oriol Mena (HERO MOTOSPORTS Team Rally), que se sagrou assim o vencedor da etapa, subindo para segundo na classificaçào geral. Adam Tomiczek terminou em segundo, seguido do espanhol Joan Barredas. Sam Sunderland terminou em quarto mas mantém a liderança em motocicletas.

Além disso, houve também percalços. O português Paulo Gonçalves (HERO MOTOSPORTS Team Rally), que tinha terminado ontem em terceiro, acabou hoje em vigésimo terceiro, devido a uma falha de motor depois do terceiro ponto de paragem que o forçou a parar.

Silk Way Rally 2019: Stage 6 - Paulo Goncalves

Mechanical problems derailed Paulo Gonçalves' superb run today, but we're sure he'll #RaceTheLimits to come back stronger in the next stage. #SilkWayRally

Publiée par Hero MotoSports sur Vendredi 12 juillet 2019

No entanto, o piloto de Esposende continuará em prova.

Carros: vitória dupla para a Toyota

Mais uma vitória dupla para a Toyota em carros. Nasser Al-Attyiah (Toyota Gazoo) venceu mais uma etapa apesar de também ter perdido o caminho e o holandês Eric Van Loon terminou em segundo depois de Denis Krotov (MSK RALLY TEAM), que esteve na liderança com cerca 23 minutos de vantagem, ficar para trás devido a um problema na caixa de velocidades e um furo a 10km do fim.

Sergey Kupriyanov, da KAMAZ, rebocou o seu Mini até à linha da meta.

O francês Mathieu Serradori (SRT TEAM) foi terceiro.

Camiões: a etapa mais disputada até ao momento

Em camiões, a competição foi mais forte do que nunca. O bielorusso Siarhey Viazovich da MAZ venceu a etapa com apenas 30 segundos de vantagem sobre Anton Shibalov, da KAMAZ. O russo Airat Mardeev (KAMAZ) foi terceiro depois de Andrey Karginov ficar para trás devido a um problema na roda.

Na sétima etapa de amanhã, o rali inicia um percurso através das dunas do deserto de Gobi.

Com um percurso total de 5.000kms, a prova termina a 16 de Julho na cidade de Dunhuang, na China.