A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

"Coletes negros" ocupam Panteão em Paris

"Coletes negros" ocupam Panteão em Paris
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de 700 migrantes sem documentos invadiram o Panteão em Paris, esta sexta-feira. Trabalham em França, dormem nas ruas e estão ilegais.

Em protesto, exigem os mesmos direitos que os franceses, querem a situação regularizada e pretendem falar com o primeiro-ministro francês, Édouard Philippe.

Numa alusão aos manifestantes que protestam há meses em França por melhores condições de vida, autointitulam-se "coletes negros". Dizem que querem papéis porque "trabalham" e "alojamento, porque há 200 mil casas vazias em Paris".

As forças policiais intervieram para por termo à manifestação e o Panteão foi evacuado.

Os "coletes negros" saíram de forma pacífica, mas prometem continuar com o protesto até ao primeiro-mineiro francês dar uma resposta rápida aos problemas do coletivo.