EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Galeria James Simon: A nova porta de entrada da Ilha dos Museus

Galeria James Simon: A nova porta de entrada da Ilha dos Museus
Direitos de autor 
De  Patricia Tavares
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Com cinco edifícios de exposições, a Ilha dos Museus, em Berlim, é um dos mais importantes complexos culturais do mundo. Depois de 10 anos de construção fica agora completo, com a inauguração de um novo edifício: a Galeria James Simon.

PUBLICIDADE

Com cinco edifícios de exposições, a Ilha dos Museus é um dos mais importantes complexos culturais do mundo. Depois de 10 anos de construção fica agora completo, com a inauguração de um novo edifício: a Galeria James Simon.

Trata-se de uma monumental receção à beira rio, concebida pelo arquiteto inglês David Chipperfield, no valor de 134 milhões de euros.

Uma passagem subterrânea, chamada Passeio Arqueológico, leva os visitantes até aos diferentes museus.

Em 1999, a Unesco classificou o conjunto de museus como Património Cultural da Humanidade.

"A Ilha dos Museus não é apenas um local onde experienciamos culturas e histórias. É um local onde nos podemos tornar conscientes das frequentes interdependências no nosso mundo."
Angela Merkel
Chanceler alemã

A galeria herda o nome de James Simon, um judeu nascido em 1851 e um importante mecenas das coleções de arte de Berlim, e agrega todos os serviços num prédio só.

A Ilha dos Museus é um dos principais pontos turísticos da capital alemã e a Galeria James Simon é agora o ponto de partida.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

No Museu da Comida Nojenta em Berlim há iguarias para (mesmo) todos os gostos

ABBA World, uma nova exposição em Malmö

Preservar a identidade do Qatar através do seu património arquitetónico