A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Ryanair anuncia encerramento de bases aeroportuárias

Ryanair anuncia encerramento de bases aeroportuárias
Direitos de autor
رويترز
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A companhia aérea irlandesa de baixo custo Ryanair anunciou planos para a redução do número de voos ou encerramento de bases aeroportuárias no próximo inverno e no verão de 2020.

Na origem da decisão, diz a empresa, está a previsão de atrasos nas entregas de aviões Boeing 737 MAX 200, modelo que foi afetado por dois desastres aéreos.

O presidente executivo da companhia aérea, Michael O’Leary, disse, no entanto, que se mantém a encomenda de 135 aeronaves a serem entregues nos próximos cinco anos.

A Ryanair sublinhou que a medida terá impacto nos empregos e reduziu as previsões de aumento de passageiros no próximo verão de 7% para 3%.

Os acidentes com dois aviões Boeing 737 MAX 200, na Etiópia e na Indonésia, obrigaram a alterações nos aparelhos e nas novas unidades que estão a ser fabricadas pela construtora aeronáutica. Terão ainda de ser certificados pelas autoridades europeias e norte-americanas.