A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Crescimento da economia mundial deixa FMI pessimista

Crescimento da economia mundial deixa FMI pessimista
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Fundo Monetário Internacional (FMI) aponta para um crescimento de 1,6% da zona Euro, em 2020, depois de, em 2019, ter um crescimento estimado em 1,3%. Uma evolução impulsionada pela retoma da economia alemã que, no próximo ano, deverá crescer 1,7%.

As previsões são, contudo, mais pessimistas para a economia mundial, ao registar o crescimento mais fraco da década, 3,2%, este ano, e 3,5% para 2020, resultados uma décima percentual abaixo do previsto..

O FMI cortou pela quarta vez, em ano e meio, a previsão de crescimento da economia mundial para 2019.

Os valores não eram tão baixos desde a recessão global e a culpa, diz a organização internacional, é das incertezas e tensões comerciais e tecnológicas.