A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Economia alemã recua 0,1% devido à tensão comercial mundial

Economia alemã recua 0,1% devido à tensão comercial mundial
Direitos de autor
AFP
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A economia alemã recuou 0,1% no segundo timestre, valores comparados com os primeiros três meses deste ano.

O valor é justificado com o abrandamento nas exportações num período de forte tensão comercial pelo mundo.

A Câmara Alemã da Indústria e Comércio não está otimista em relação ao futuro.

Volker Treier, presidente da Câmara Alemã da Indústria e do Comércio, admitiu que "muitas empresas em todo o mundo estão a atrasar investimentos." E que os fornecedores globais de máquinas, equipamentos e instalações, estão a ser muito atingidos. "Não vemos o fim disso", admite.

Mais um trimestre negativo e a economia da Alemanha entrará "em recessão". O governo de Merkel está a preparar medidas para mitigar os efeitos.

Hubertus Hei, do governo de Merkel, admitiu que o executivo quer criar soluções para solucionar o mercado pré-recessão. "Nos casos de trabalhos de curta duração, queremos criar um incentivo realcionado com formação. Quero que a Alemanha seja capaz de implementar um trabalho de curto prazo mais rápido, no caso de uma recessão económica, devido aos fatores externos."

Reuters
Angela MerkelReuters

O abrandamento da economia da Alemanha está alinhado com as principais economias da Europa. O PIB da zona euro caiu de 0,4% no primeiro trimestre para 0,2% no segundo.

O índice de todas as principais praças da Europa caiu entre um e três por cento.

Mas em Portugal o caso é diferente, foi registado, no segundo trimestre, um crescimento económico de 1,8% em relação ao valor correspondente ao mesmo periodo do ano passado.