Última hora
This content is not available in your region

Onda de calor agrava seca na Bélgica

euronews_icons_loading
Onda de calor agrava seca na Bélgica
Tamanho do texto Aa Aa

A vaga de calor que assolou a Europa, esta semana, parece estar caminho da Groenlândia e poderá causar um grave derretimento da segunda maior camada de gelo do mundo, disse a ONU, esta sexta-feira.

Os cidadãos, nomeadamente os belgas que sofreram temperaturas históricas de 40 graus C, tentam adaptar-se como podem.

"É a primeira vez que me sinto assim. Penso que não é normal fazer tanto calor", disse uma transeunte em Bruxelas entrevistada pela euronews.

"Se abrimos as janelas, entram os mosquitos, se as fechamos, fica um banho turco ou uma sauna", disse outro.

Os meteorologistas alertam que é preciso estar alerta para a seca que dura há dois anos e que pode ter consequências a longo prazo.

"Está tudo muito seco neste momento e é muito alarmante para o setor agrícola e para todo o país", disse Alex de Walque, do Instituto Real Meteorológico da Bélgica.

O fim de semana deverá ser mais fresco, com tempestades e queda de temperatura na ordem dos 10 a 12 graus.