A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Massacre em prisão no Brasil

Prisão de Altamira, Pará, Brasil
Prisão de Altamira, Pará, Brasil -
Direitos de autor
XINGU 230 via EFE
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Pelo menos 57 prisioneiros morreram num motim numa prisão em Altamira, estado do Pará.

16 prisioneiros foram decapitados e os outros morreram asfixiados, de acordo com a imprensa brasileira que cita a Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe).

A rebelião no Centro de Recuperação Regional de Altamira foi motivada por conflitos entre organizações criminosas rivais.

Durante o motim, dois guardas prisionais foram feitos reféns e depois libertados

Este foi o segundo maior massacre em prisões brasileiras em 2019. Em maio, 55 presos foram mortos dentro de uma prisão no estado do Amazonas.