A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Johnson insiste num "brexit" sem "backstop"

Johnson insiste num "brexit" sem "backstop"
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

No Pais de Gales com um olho na galinha e outro no Brexit, Boris Johnson avança com a digressão no Reino Unido para transmitir uma mensagem positiva, apesar dos receios dos agentes económicos sobre um Brexit sem acordo. O primeiro-ministro britânico diz que cabe aos líderes europeus terem a iniciativa de negociação e insiste que o acordo de Theresa May está morto.

"Temos que tirar do acordo o Backstop, a clausula de salvaguarda da fronteira irlandesa. Não podemos avançar com um compromisso de divórcio atual que toda a gente já percebeu que está morto. Por isso, o que estamos disponíveis para fazer - e tive uma muito boa conversa com o primeiro-ministro Leo Varadkar - é clarificar que em nenhuma circunstância o Reino Unido vai ter controlos na fronteira com a Irlanda do Norte", explicou.

Esta quarta-feira, Johnson desloca-se até ao Ulster para expor o seu plano do Brexit. O caso da Irlanda do Norte é delicado, já que a região votou contra a saída do Reino Unido da União Europeia e existem pedidos para um referendo de reunificação com a Republica da Irlanda se o divórcio entre Londres e Bruxelas se consumar.