Última hora
This content is not available in your region

Johnson insiste num "brexit" sem "backstop"

euronews_icons_loading
Johnson insiste num "brexit" sem "backstop"
Tamanho do texto Aa Aa

No Pais de Gales com um olho na galinha e outro no Brexit, Boris Johnson avança com a digressão no Reino Unido para transmitir uma mensagem positiva, apesar dos receios dos agentes económicos sobre um Brexit sem acordo. O primeiro-ministro britânico diz que cabe aos líderes europeus terem a iniciativa de negociação e insiste que o acordo de Theresa May está morto.

"Temos que tirar do acordo o Backstop, a clausula de salvaguarda da fronteira irlandesa. Não podemos avançar com um compromisso de divórcio atual que toda a gente já percebeu que está morto. Por isso, o que estamos disponíveis para fazer - e tive uma muito boa conversa com o primeiro-ministro Leo Varadkar - é clarificar que em nenhuma circunstância o Reino Unido vai ter controlos na fronteira com a Irlanda do Norte", explicou.

Esta quarta-feira, Johnson desloca-se até ao Ulster para expor o seu plano do Brexit. O caso da Irlanda do Norte é delicado, já que a região votou contra a saída do Reino Unido da União Europeia e existem pedidos para um referendo de reunificação com a Republica da Irlanda se o divórcio entre Londres e Bruxelas se consumar.