Alemanha admite missão naval mas prefere via diplomática

Alemanha admite missão naval mas prefere via diplomática
De  Bruno Sousa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Berlim confirma abordagem de Washington para uma missão naval no Estreito de Ormuz

PUBLICIDADE

A Alemanha dá preferência à via diplomática para resolver o crescente conflito entre Teerão e Washington. A possibilidade dos alemães se juntarem aos norte-americanos numa expedição naval, por enquanto, não passa disso mesmo, de uma possibilidade confirmada pelo próprio governo alemão, mas a decisão final ainda não foi tomada.

A ministra da Defesa da Alemanha, Annegret Kramp-Karrenbauer, admite "abordagem inicial dos Estados Unidos, tal como outros parceiros internacionais, tendo em vista uma possível missão" e acrescenta que estão a avaliar as condições em proximidade com a Grã-Bretanha e a França.

Um quinto do petróleo mundial passa pelo estreito de Ormuz mas a rota está em risco depois do Irão ter apreendido um petroleiro britânico. As relações entre Estados Unidos e Irão têm vindo a deteriorar-se desde que Washington abandonou o Acordo nuclear assinado em 2015.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

EUA avisam que não vão parar ataques contra militantes apoiados pelo Irão no Iraque e na Síria

Estados Unidos prometem continuar retaliação contra grupos pró-iranianos

Estados Unidos lançam ataque maciço contra milícias no Iraque e na Síria