Última hora
This content is not available in your region

Alemanha admite missão naval mas prefere via diplomática

Alemanha admite missão naval mas prefere via diplomática
Tamanho do texto Aa Aa

A Alemanha dá preferência à via diplomática para resolver o crescente conflito entre Teerão e Washington. A possibilidade dos alemães se juntarem aos norte-americanos numa expedição naval, por enquanto, não passa disso mesmo, de uma possibilidade confirmada pelo próprio governo alemão, mas a decisão final ainda não foi tomada.

A ministra da Defesa da Alemanha, Annegret Kramp-Karrenbauer, admite "abordagem inicial dos Estados Unidos, tal como outros parceiros internacionais, tendo em vista uma possível missão" e acrescenta que estão a avaliar as condições em proximidade com a Grã-Bretanha e a França.

Um quinto do petróleo mundial passa pelo estreito de Ormuz mas a rota está em risco depois do Irão ter apreendido um petroleiro britânico. As relações entre Estados Unidos e Irão têm vindo a deteriorar-se desde que Washington abandonou o Acordo nuclear assinado em 2015.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.