A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Empresa britânica desafia sanções dos EUA a Cuba

Empresa britânica desafia sanções dos EUA a Cuba
Direitos de autor
REUTERS/STRINGER
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

_Uma empresa do Reino Unido está a desafiar as sanções impostas pelos Estados Unidos a Cuba. _

A britânica Diageo assinou uma parceria com a empresa estatal que produz um Rum muito célebre em Cuba. A empresa garante que a parceria cubana respeita as sanções norte-americanas.

"A Diageo conhece muito bem as suas obrigações e tomou medidas para garantir que não violamos as normas", declarou Luca Cesarano, diretor da parceria britânico-cubana.

Os Estados Unidos reforçaram recentemente as sanções económicas impostas a Cuba, alegando que a ilha apoia militarmente o regime do presidente Maduro, na Venezuela.

"Em momento algum, os cidadãos e residentes norte-americanos, ou quem esteja a operar nos Estados Unidos ou tenha um visto de trabalho será envolvido no processo. É isso que a lei norte-americana exige. E a Diageo respeitará essa norma", acrescentou Luca Cesarano.

No âmbito do reforço das sanções a Cuba, a administração do presidente Donald Trump proibiu as viagens culturais a Cuba que tinham permitido a milhares de americanos visitarem a ilha, após a aproximação levada a cabo por Barack Obama em 2014.