A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Donald Trump apoia regresso da Rússia ao G8

Donald Trump apoia regresso da Rússia ao G8
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A Rússia pediu, esta quarta-feira, que seja feita uma proposta formal para reintegrar o Grupo dos países mais desenvolvidos do mundo.

Segundo uma porta-voz do Kremlin, caso surja, a proposta será analisada pelo Governo de Vladimir Putin.

O pedido ocorre quatro dias antes da cimeira do G7 em Biarritz, em França, e depois do presidente norte-americano ter defendido a reintegração da Rússia, afastada do grupo em 2014, no seguimento da anexação da Crimeia.

"Muitas das coisas de que falamos estão relacionadas com a Rússia. Então, certamente poderia voltar a ser o G8 e se alguém apresentasse essa moção, eu certamente estaria disposto a pensar sobre isso muito favoravelmente. Como sabe, na maioria das vezes foi G8, incluía a Rússia e o presidente Obama não queria que a Rússia entrasse porque ele foi enganado. Bem, não é assim que deve funcionar", afirmou o presidente Donald Trump.

Na segunda-feira, o presidente francês recebeu o homólogo russo, na residência de verão em Brégançon.

Emmanuel Macron reiterou que a reintegração da Rússia no grupo dos países mais desenvolvidos está dependente da resolução do conflito com a Ucrânia.

O presidente gaulês anunciou uma cimeira entre França, Alemanha, Rússia e Ucrânia, que deverá ocorrer nas próximas semanas.