Última hora
This content is not available in your region

Polícia de Hong Kong dispara balas verdadeiras

euronews_icons_loading
Polícia de Hong Kong dispara balas verdadeiras
Direitos de autor  REUTERS/Tyrone Siu
Tamanho do texto Aa Aa

A polícia de Hong Kong disparou balas verdadeiras durante os protestos de domingo.

Os disparos foram feitos para o ar no entanto tratou-se da primeira vez que balas verdadeiras foram utilizadas desde o início dos protestos há três meses.

O aparato policial incluiu ainda canhões de água e gás lacrimogéneo.

"Já fizemos protestos pacíficos mas o governo não respondeu; foi por isso que descemos às ruas. Talvez assim a polícia pense que violámos a lei e é por isso que recorrem ao gás lacrimogéneo. É isso que enfurece as pessoas", afirmou Thomas Ho, um dos manifestantes.

Os protestos de domingo à noite contam-se entre os mais violentos desde o início das manifestações. Comentários difundidos pelo canal público chinês de televisão sugerem que Pequim estaria a perder a paciência com os manifestantes.

Segundo a polícia, 36 pessoas foram detidas durante os protestos de domingo.