A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Bruxelas diz que Londres tem de pagar "compromissos financeiros"

Bruxelas diz que Londres tem de pagar "compromissos financeiros"
Direitos de autor
© 2018 - OLIVIER HOSLET
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Bruxelas já reagiu às afirmações do novo primeiro-ministro britânico, de que o Reino Unido não teria de pagar o divórcio de 39 mil milhões de libras acordado pela sua antecessora, caso não haja um acordo para a saída da União Europeia.

"Os britânicos terão de efetuar os seus pagamentos e as suas contribuições financeiras em quaisquer circunstâncias, independentemente de haver ou não um acordo. Acho que assim que tiver visto melhor as coisas, vai entender que estas são obrigações legais e financeiras, que devem ser absolutamente respeitadas. E vão ser. É importante que não haja conflito neste ponto, porque é uma condição para que haja confiança nas discussões que estão para vir", frisou o Comissário Europeu dos Assuntos Económicos, Pierre Moscovici.

O Comissário Europeu deixou bem claro que Bruxelas não está aberta a discutir este ponto.

O líder da Oposição, Jeremy Corbyn do Partido Trabalhista, disse esta terça-feira que vai fazer tudo o que for necessário para impedir que o Reino Unido saia da União Europeia sem um acordo.