EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Isabel II aceita suspensão do parlamento britânico

Isabel II aceita suspensão do parlamento britânico
Direitos de autor REUTERS/Tom Jacobs/File Photo
Direitos de autor REUTERS/Tom Jacobs/File Photo
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Governo de Boris Johnson tinha solicitado a suspensão dos trabalhos do parlamento britânico até vésperas da saída efetiva do Reino Unido da União Europeia.

PUBLICIDADE

A Rainha Isabell II aceitou o pedido de Boris Johnson, que solicitou a suspensão do parlamento britânico até meados de outubro. A oposição denuncia uma manobra profundamente "antidemocrática", destinada a impedir qualquer iniciativa parlamentar que tente travar a conclusão do Brexit sem acordo com a União Europeia.

"Precisamos de legislação nova. Há diplomas importantes a apresentar. Por isso é que teremos o discurso da Rainha apenas no dia 14 de outubro. Temos de avançar com um novo programa legislativo. Ambas as partes vão ter assim tempo para debater o Brexit e outros assuntos antes do encontro crucial do Conselho Europeu a 17 de outubro. Vai haver muito tempo", declara o primeiro-ministro.

Donald Tusk, presidente do Conselho Europeu, e Boris Johnson, em Biarritz

Numa corrida contra o tempo antes da saída efetiva, a 31 de outubro, os líderes da oposição britânica veem-se assim perante uma suspensão que, na prática, bloqueia qualquer iniciativa em sentido contrário de Johnson e em tempo útil.

A divulgação destas informações provocou uma queda imediata da libra esterlina, na ordem do 1%, face ao euro e ao dólar.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Jovem de 13 anos morre após ataque com espada em Londres

Sunak anuncia: voos de deportação do Reino Unido para o Ruanda devem começar dentro de poucos meses

Cozinhou, arrumou e até entregou refeições: príncipe William voltou aos compromissos públicos