A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Dia 5 do Mundial de Judo: Bárbara Timo é vice-campeã do mundo

Dia 5 do Mundial de Judo: Bárbara Timo é vice-campeã do mundo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Bárbara Timo sagrou-se esta quinta-feira vice-campeã do mundo na categoria -70kg no Mundial de Judo a decorrer em Tóquio, no Japão.

A judoca de 28 anos do Benfica foi derrotada somente na final pela francesa Marie-Ève Gahié, vice-campeã do mundo em título, com uma chave de braços para ippon, em 48 segundos, reivindicando a medalha de prata.

Nascida no Rio de Janeiro e naturalizada portuguesa em janeiro, Bárbara Timo chegou à final da competição ao derrotar a também francesa Margaux Pinot, campeã da Europa, nas meias-finais, em 54 segundos, também por ippon.

A luso-brasileira começou a competição com dois triunfos por ippon, diante da mongol Enkhchimeg Tserendulam e da belga Roxane Taeymans.

A vice-campeã do mundo Bárbara Timo

Seguiram-se o triunfo por Waza-ari frente à japonesa Chizuru Arai, que defendia o título mundial conquistado em 2017 e 2018, e o embate dos quartos de final diante da holandesa Sanne van Dijke, campeã da Europa em 2017 e atual vice-campeã, que Timo venceu no ponto de ouro, após 6.20 minutos.

O diretor financeiro da Federação Internacional de Judo, Naser Al Tamimi, premiou as judocas da categoria.

A campeã do mundo Marie-Ève Gahié
"A Bárbara Timo inspira-me, para mim é como se ela fosse a minha irmã mais velha. Quando a vejo a lutar, sinto que o seu judo é mesmo uma verdadeira inspiração."
Marie-Ève Gahié

Esta sexta-feira, Portugal vai estar representado por Yahima Ramirez e Patrícia Sampaio, ambas em -78 kg, e por Jorge Fonseca, que inicia a competição de -100 kg com o estatuto de cabeça de série.

Noel Van T End: uma medalha de ouro nos Mundiais para a Holanda ao fim de 10 anos

O super-homem holandês Noel Van T End bateu dois antigos campeões do mundo a caminho da final de -90kg.

O judoca deixou claro que o seu objetivo era conquistar a medalha de ouro no Nippon Budokan, o recinto onde a Holanda se sagrou campeã durante os Jogos Olímpicos de 1964, em Tóquio.

O seu adversário na final seria o japonês Shoichiro Mukai, conhecido pelo seu estilo clássico e elegante de judo.

A apenas 30 segundos do fim do tempo regulamentar, Noel Van T End lançou finalmente o ataque, uma combinação bem cronometrada de um Osoto-gari seguido do Kosoto Gari, com que dominou o japonês e marcou o Waza-ari da vitória.

Noel Van T End e Shoichiro Mukai na final.

O holandês tornou-se assim o novo campeão do mundo, no dia em que se cumprem 10 anos desde que a Holanda ganhou a sua última medalha de ouro nos Mundiais.

O Vice-presidente da Federação Internacional de Judo e Presidente da Confederação Pan-Americana de Judo, Manuel Larrañaga, entregou a medalha ao judoca.

O campeão do Mundo em -90kg Noel Van T End
"Tive todo o dia em mente o meu grande compatriota Anton Geesink, que ve nceu neste estádio a medalha de ouro, também frente a um adversário japonês. Senti-me inspirado pelo espírito do seu triunfo e isso deu-me muita força. Quando soube que ía lutar na final com um judoca japonês, decidi que tinha que vencer outra vez."

Noel Van T End

França assume a liderança da tabela de medalhas

Com a vitória sobre a portuguesa Bárbara Timo, a francesa Marie-Ève Gahié conquistou o seu primeiro título de sempre nos Mundiais. A sua medalha de ouro é a segunda do torneio, depois da vitória de Clarisse Agbegnenou, em -63kg, no quarto dia da prova.

A equipa francesa conquistou mais 2 medalhas, subindo para a 2ª posição na tabela geral de medalhas, atrás do Japão, a nação anfitriã.

A judoca Margaux Pinot conquistou a sua primeira medalha nos Mundiais, a de bronze, em -70 kg, e Axel Clerget, que continua em grande forma desde os últimos Mundiais, arrebatou a sua segunda medalha de bronze na prova, em -90 kg.

Com 2 medalhas de ouro e 2 medalhas de bronze em 2 dias, a França sente-se em casa no Japão.

O Movimento do Dia

O medalhista de prata Shoichiro Mukai levou o público ao rubro com este espetacular Ko-Uchi Gake, o nosso movimento do dia, no combate dos quartos de final frente ao cubano Ivan Felipe Silva Morales.

O Mundial de judo decorre até domingo.