EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Outubro quente no Reino Unido: Brexit a 31 ou eleições a 14

Boris Johnson depois da reunião de emergência do governo
Boris Johnson depois da reunião de emergência do governo Direitos de autor REUTERS/Simon Dawson
Direitos de autor REUTERS/Simon Dawson
De  Teresa Bizarro
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Boris Johnson antecipou a consequência para um chumbo à proposta de uma saída sem acordo da União Europeia: eleições antecipadas antes do final de outubro

PUBLICIDADE

Boris Johnson envia recado aos deputados conservadores que estão contra uma saída desordenada da União Europeia: ninguém está interessado em eleições antecipadas antes do Brexit.

O primeiro-ministro britânico convocou os ministros para uma reunião de urgência em Downing Street e renovou publicamente o voto de que, com este governo, o Brexit tem data marcada.

"Quero que todos saibam que, seja qual for a circunstância, não vou pedir um adiamento a Bruxelas. Vamos sair a 31 de outubro, sem mas. Não vamos aceitar qualquer tentativa de reverter as nossas promessas e rasgar o referendo," afirmou.

A insistência na data de sa´ída e o agitar com um cenário eleitoral são vistos como uma ameaça velada.

O primeiro a ficar contente com a perspectiva foi Nigel Farage. O líder do recém-constituído Partido do Brexit diz-se preparado para eleições.

São vários os deputados conservadores que estão contra uma saída desordenada. Esta terça-feira, podem juntar-se aos Trabalhistas e bloquear a possibilidade de um Brexit sem acordo.

Jeremy Corbyn renovou a vontade de saber nas urnas o que pensa o povo.

Depois das declarações de segunda-feira, esse cenário abriria porta a eleições antecipadas. As As contas estão feitas: a escolha do novo parlamento poderia acontecer já a 14 de outubro.

Boris Johnson tem as intenções de voto do seu lado, mas uma campanha eleitoral a esta altura tem um desfecho incerto.

Boris Johnson tem as intenções de voto do seu lado, mas uma campanha eleitoral a esta altura tem um desfecho incerto.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Brexit: Eurodeputados apelam ao bom senso

Semana decisiva no Reino dividido

Protestos, petições e ações judiciais contra a suspensão do Parlamento