A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Bicicletas de carga elétricas são o futuro da mobilidade urbana?

Bicicletas de carga elétricas são o futuro da mobilidade urbana?
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

As bicicletas de carga elétricas poderão representar o futuro da mobilidade urbana, tanto para as deslocações pessoais, como para o transporte de mercadorias e para o setor do turismo. Na Alemanha, foram vendidas em 2018 40.000 destas bicicletas, quase o dobro em relação ao ano anterior. Razão suficiente para que os organizadores do salão Eurobike, em Friedrichshafen, no sul do país, dessem uma atenção particular a estes veículos na edição de 2019.

Andrea Reidl, jornalista especializada no setor, explica que "a mobilidade urbana tornou-se num tópico bastante vasto, desde as 'scooters' elétricas que vemos por todo o lado agora nas cidades, às bicicletas de carga que substituem carros, ou bicicletas elétricas usadas para pequenas e grandes deslocações".

A União Europeia conta investir perto de 4 milhões de euros no programa CityChangerCargoBike, baseada na crença de que as bicicletas de carga elétricas podem substituir até um quarto dos serviços de transporte de mercadoria nas cidades e até 77 por cento das deslocações privadas, seja para fazer compras, lazer ou transportar crianças.

Karen Lebeck, uma residente de Berlim que possui uma destas bicicletas, diz que "torna tudo mais fácil. Pode conduzir-se até qualquer sítio e não é preciso um lugar para estacionar. Basta parar à porta e as crianças saltam para dentro".

A popularidade é crescente um pouco por toda a Europa, não apenas por questões práticas, mas também devido ao número cada vez maior de cidadãos preocupados com o meio ambiente e as alterações climáticas.

E as chamadas "cargo bikes" poderão ter futuro mesmo em Portugal, onde se realizou este ano em Lisboa, em Junho, a primeira edição de um festival dedicado especificamente a este tipo de bicicletas.