Última hora

Lordes bloqueiam Brexit sem acordo a 31 de outubro

Lordes bloqueiam Brexit sem acordo a 31 de outubro
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A câmara dos Lordes aprovou esta sexta-feira o projeto de lei que visa bloquear o Brexit sem acordo, a 31 de Outubro e obrigar o primeiro-ministro a negociar o adiamento por mais três meses. O texto tem que ser ainda assinado pela rainha Isabel II.

Enquanto isso, os partidos da oposição concordaram em rejeitar a tentativa de Boris Johnson de desencadear uma eleição rápida pela segunda vez na segunda-feira, tornando cada vez mais improvável que o país vá a votos antes de 31 de outubro.

Boris Johnson diz-se estupefacto: "Acho que é o paradoxo mais sensacional. Nunca na história houve um partido da oposição que, tendo a oportunidade de ter uma eleição, a rejeitou. Se assim posso dizer, acho que eles estão a cometer um extraordinário erro político, mas é a decisão deles".

Mas os trabalhistas sozinhos não poderiam bloquear as intenções do chefe do governo. Boris Johnson tem contra si toda a oposição e mesmo parte do seu partido.

"Estamos cientes de que o primeiro-ministro está numa posição de grande fragilidade. Só o fortaleceremos se permitirmos que ele tenha uma eleição antecipada e, fortalecendo-o e dando-lhe uma eleição antecipada, permitiremos um n Brexit sem acordo", diz a deputada Liz Saville Roberts, líder do partido galês, Plaid Cymru.

A reviravolta dos acontecimentos políticos em Londres é um duro golpe para os defensores do Brexit a todo o custo. A lei aprovada em definitivo esta sexta-feira entra em vigor já na segunda-feira.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.