Última hora

Reino Unido lança "Operação Yellowhammer" para depois do Brexit

Reino Unido lança "Operação Yellowhammer" para depois do Brexit
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Escassez de comida, falta de medicamentos e até protestos. Este é, em parte, o cenário esperado pelo Reino Unido, após a saída da União Europeia.

As autoridades britânicas preparam-se para o que vier depois do Brexit com diretrizes dadas pelo governo, através de um documento, conhecido agora como "operação yellowhammer".

O plano de contingência, para por em marcha a partir de novembro, foi já criticado por quem não acredita nos impactos negativos do Brexit.

O líder do partido do Brexit, Nigel Farage, chegou mesmo a dizer que "nunca tinha visto tamanho disparate" na vida. "Ao contrário destes funcionários públicos sentados em Whitehall, eu passei 20 anos no comércio internacional, a comprar e a vender bens, e a enviá-los para todos os cantos do mundo. E a ideia, tendo em conta que existem 100 portos ativos no Reino Unido, de que, mesmo que houvesse um problema em Dover, iria haver escassez de alimentos é um autêntico disparate. É uma ideia que devemos por completamente de parte", defendeu.

Após um tribunal escocês ter considerado ilegal a suspensão do parlamento britânico, a líder do Partido Nacional da Escócia apelou ao primeiro-ministro Boris Johnson a revogação da medida. Cabe agora ao Supremo Tribunal britânico tomar a decisão final.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.