EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

UE concede novas ajudas à Colômbia

UE concede novas ajudas à Colômbia
Direitos de autor 
De  euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A União Europeia anunciou novas ajudas à Colômbia, para o país implementar o acordo de paz assinado com a ex-guerrilha FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) e fornecer assistência à chegada massiva de emigrantes venezuelanos.

PUBLICIDADE

A União Europeia anunciou novas ajudas à Colômbia, para o país implementar o acordo de paz assinado com a ex-guerrilha FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) e fornecer assistência à chegada massiva de emigrantes venezuelanos.

Para ajudar o país a enfrentar a crise migratória, a chefe da diplomacia europeia prometeu outra ajuda além dos 130 milhões de euros já em cima da mesa. "Tenho o prazer de anunciar uma nova ajuda de 30 milhões de euros para a identificação dos migrantes e a sua integração socioeconómica. A Colômbia não pode fazer isto sozinha. Precisa de apoio internacional e conta com o apoio da União Europeia. Esta é umas crises humanitárias mais carentes de financiamento no mundo e é possivelmente uma das maiores crises", realçou Federica Mogherini.

Quase 1,4 milhões de venezuelanos já se instalaram na Colômbia e o fluxo na fronteira é constante.

Federica Mogherini ofereceu também o apoio da União Europeia para impedir o regresso às armas dos dissidentes das FARC: "A violência nunca pode ser a resposta e nós condenámos veementemente o anúncio de um pequeno grupo de dissidentes das FARC de que iam rearmar-se. Isto é um revés para o processo de paz, mas é apenas a decisão de um pequeno grupo".

A visita da Alta Representante da União Europeia para a Política Externa e Segurança acontece numa altura de escalada de tensão entre a Colômbia e a Venezuela.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Eurodeputados preocupados com aumento da violência na Colômbia

A reeleição de Trump poderá afetar a economia europeia em 150 mil milhões de euros

Kaja Kallas renuncia ao cargo de primeira-ministra da Estónia para assumir política externa da UE