Última hora

Donald Trump confirma suspensão da ajuda à Ucrânia

Donald Trump confirma suspensão da ajuda à Ucrânia
Tamanho do texto Aa Aa

Donald Trump confirmou as notícias que davam conta de uma suspensão do pagamento de 400 milhões de dólares de ajuda à Ucrânia. Para o líder norte-americano, os motivos são simples:

"Porque, e isto é muito importante, quero que os outros países também entrem com dinheiro. É injusto nós pagarmos e Alemanha, França e outros países não contribuírem financeiramente, tem sido essa a minha queixa desde o início."

O presidente dos Estados Unidos aproveitou ainda para lançar umas farpas na direção de Joe Biden. Trump voltou a pedir que se investigue um dos possíveis adversários na corrida à Casa Branca em 2020 mas negou ter pressionado por telefone o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, para o fazer:

"O telefonema foi perfeito, não poderia ter sido melhor e até o governo ucraniano emitiu um comunicado a dizer isso. Não foi colocada pressão em ninguém. Houve pressão, isso sim, no caso do Joe Biden, o que ele fez pelo filho é que devia ser investigado."

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.