Última hora

Forças militares de Kiev reposicionam-se

Forças militares de Kiev reposicionam-se
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

As forças militares de Kiev começam a construíram novas fortificações no momento em que se inicia uma retirada, gradual, de tropas.

Para pôr fim ao conflito, que dura há cinco anos e já matou 13 mil pessoas, as forças armadas ucranianas e os rebeldes, que controlam áreas de território no leste da Ucrânia, e são apoiados pela Rússia, começaram a abandonar Zolote, no final de outubro.

A aldeia de Katerynivka faz agora parte de uma zona chamada de "cinzenta" e que é patrulhada pelo exército ucraniano. Para os habitantes locais, os passos dados, são sinal de esperança.

Desde a anexação da Crimeia, pela Rússia em 2014, que as relações entre Kiev e Moscovo foram quebradas. Várias tentativas de conciliação, como o cessar-fogo assinado em Minsk, capital da Bielorrússia, em 2015, saíram goradas.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.