A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Mundo presta homenagem a Jacques Chirac

Mundo presta homenagem a Jacques Chirac
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Bandeiras a meia-haste e um minuto de silêncio no parlamento: A França está de luto por Jacques Chirac.

Presidente da República entre 1995 e 2007, foi com ele que o país entrou no novo milénio. A presidência, em particular o segundo mandato, ficou marcada pelo europeísmo e pela oposição à guerra no Iraque. Antes do Eliseu, destacou-se como líder histórico do centro-direita francês, presidente da Câmara Municipal de Paris e primeiro-ministro, em coabitação com o rival e antecessor na presidência François Mitterrand.

Chirac morreu esta quinta-feira aos 86 anos. as homenagens vêm de todos os setores. Na ONU, António Guterres lembrou um "pioneiro da luta contra as alterações climáticas".

Também o chefe dos negociadores da União Europeia para o Brexit e antigo ministro de Chirac, Michel Barnier, lembrou o homem e o presidente: "Ele gostava das pessoas. Não podemos fazer política se não gostarmos das pessoas. Ele gostava das pessoas, da França e do mundo. Tinha uma curiosidade insaciável pelas culturas do mundo. Era um humanista", disse Barnier.

A presidente indigitada da Comissão Europeia, Ursula Von der Leyen, lembrou "um grande dirigente, um grande europeu e um homem que inspirou toda uma geração". As homenagens chegaram também do atual chefe de Estado, Emmanuel Macron e dos antecessores Nicolas Sarkozy e François Hollande. O presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, enviou uma nota de condolências a Macron.