A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Segundo chumbo para candidatos da Hungria e da Roménia à CE

Segundo chumbo para candidatos da Hungria e da Roménia à CE
Direitos de autor
REUTERS/Francois Lenoir
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Com o conservador Laszlo Trocsanyi e a socialista Rovana Plumb afastados, os governos da Hungria e da Roménia vão indicar, respetivamente, novos nomes para a futura Comissão Europeia a ser liderada por Ursula von der Leyen.

A segunda análise da comissão de Assuntos Jurídicos às declarações financeiras produziu o mesmo resultado que a primeira.

"Pudemos clarificar que mantemos a decisão sobre os dois candidatos que tinha sido tomada na semana passada. São candidatos inaptos para este cargo e não podem passar à fase seguinte das audições", explicou aos jornalistas Sergey Lagodinsky, o eurodeputado alemão dos Verdes.

Uma eurodeputada que não fez parte desta comissão, mas que foi eleita por um partido na oposição na Hungria, está satisfeita com a decisão,

"Enquanto ministro da Justiça, Laszlo Trocsanyi participou, ativamente, na criação do regime iliberal vigente na Hungria. Se é um regime que arruína, diariamente, o Estado de direito, como poderíamos confiar nele para comissário da Justiça?", disse Anna Donath, eurodeputada liberal húngara.

Mas o candidato húngaro insiste que a decisão é ilegal e vai apresentar uma queixa em tribunal.