A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

"Judy" evoca memória de Judy Garland

"Judy" evoca memória de Judy Garland
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A atriz icónica de Hollywood Judy Garland serve de mote ao filme que estreou esta segunda-feira em Londres.

O filme, com Renée Zellweger no papel de Judy Garland, retrata a tournée da atriz norte-americana por terras britânicas em 1969, altura em que Judy Garland enfrentava problemas de depressão, alcoolismo e abuso de substâncias proibidas.

Londres foi a capital escolhida para a estreia europeia de "Judy".

"Este filme é uma celebração mesmo apesar da tragédia que predominou durante os últimos anos de vida da atriz. Trata-se de recordar a importância de Judy Garland, não apenas na história do cinema mas também na cultura popular", afi.mou a atriz principal, Renée Zellweger

O encenador e realizador Rupert Goold explicou a escolha de Renée Zelweger para o papel principal.

"Quando a ouvi a cantar percebi que havia ali qualquer coisa. Ela é divertida, tem a idade certa e faz uma performance incrível. Gostei muito de fazer parte disto, estar lá e filmar tudo", Rupert Goold, encenador e realizador britânico.

Para além de Judy Garland, o filme retrata o lado negro de Hollywood e o abuso sistemático levado a cabo pelos grandes estúdios.

A atriz e cantora norte-americana, Judy Garland, morreu aos 47 anos devido a uma 'overdose' de barbitúricos.