Última hora
This content is not available in your region

Nobel da Física para Peebles, Mayor e Queloz

euronews_icons_loading
Nobel da Física para Peebles, Mayor e Queloz
Direitos de autor  Claudio Bresciani/TT News Agency/via REUTERS
Tamanho do texto Aa Aa

O prémio Nobel da Física de 2019 foi atribuído a três cientistas que ofereceram "uma nova compreensão da estrutura e da história do Universo".

A academia sueca do Nobel distingui o cosmólogo norte-americano de origem canadiada James Peebles, por "descobertas teóricas na cosmologia física", e a dupla de astrónomos suíços Didier Queloz e Michel Mayor pela "descoberta de um exoplaneta que orbita uma estrela de tipo solar".

Segundo a academia, o trabalho de Peebles "estabeleceu as fundações para a transformação da cosmologia nos últimos 50 anos, de especulação para ciência".

Já a descoberta de Queloz e Mayor, em outubro de 1995, "iniciou uma revolução na astronomia, com mais de 4000 exoplanetas identificados desde então na Via Láctea".