Nobel da Física para Peebles, Mayor e Queloz

Nobel da Física para Peebles, Mayor e Queloz
Direitos de autor Claudio Bresciani/TT News Agency/via REUTERS
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Galardão de 2019 distingue "descobertas teóricas na cosmologia física" e a descoberta de um exoplaneta que orbita uma estrela de tipo solar"

PUBLICIDADE

O prémio Nobel da Física de 2019 foi atribuído a três cientistas que ofereceram "uma nova compreensão da estrutura e da história do Universo".

A academia sueca do Nobel distingui o cosmólogo norte-americano de origem canadiada James Peebles, por "descobertas teóricas na cosmologia física", e a dupla de astrónomos suíços Didier Queloz e Michel Mayor pela "descoberta de um exoplaneta que orbita uma estrela de tipo solar".

Segundo a academia, o trabalho de Peebles "estabeleceu as fundações para a transformação da cosmologia nos últimos 50 anos, de especulação para ciência".

Já a descoberta de Queloz e Mayor, em outubro de 1995, "iniciou uma revolução na astronomia, com mais de 4000 exoplanetas identificados desde então na Via Láctea".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Giorgio Parisi recebe Nobel da Física em Roma