A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Milhares de deslocados na Síria

Milhares de deslocados na Síria
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Depois de dois dias de ofensiva turca no nordeste da Síria, há milhares de deslocados e dezenas de mortos.

Segundo o Observatório Sírio para Direitos Humanos, pelo menos 23 combatentes das forças democráticas sírias, lideradas pelos curdos, e seis combatentes de grupo rebelde sírio, apoiado pela Turquia, foram mortos.

A operação “Primavera da Paz” começou na quarta-feira, depois de Donald Trump retirar as tropas norte-americanas da região. O presidente enfrenta as críticas de figuras importantes da política dos Estados Unidos, inclusive do Partido Republicano, que acusam o presidente de “abandonar aliados leais”.

Na conta do Twitter, Trump revelou que que está em contacto com os dois lados do conflito e voltou a dizer que o governo de Ancara vai ser atingido financeiramente se "não obedecer às regras".

Desde 2014, as Forças Democráticas da Síria têm sido um dos principais aliados de Washington na luta contra o Estado Islâmico.

O presidente turco considera as forças curdas como um grupo terrorista e teme que a criação de um território autónomo curdo na Síria fortaleça os movimentos separatistas da Turquia.