Última hora

Quim Torra propõe novo referendo à independência

Quim Torra propõe novo referendo à independência
Direitos de autor
REUTERS/Albert Gea
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Em clima de tensão na Catalunha, o presidente do governo da região autónoma espanhola Quim Torra propôs um novo referendo sobre a independência, em reação à condenação de vários ex-dirigentes catalães pelo papel na tentativa de secessão de 2017.

Torra fez a proposta no parlamento regional, numa alocução na qual condenou a violência que marcou os protestos dos últimos dias, que atribuiu a "provocadores e agitadores".

Quim Torra, presidente catalão: "Se, por colocar as urnas para a autodeterminação, nos condenam a 100 anos, a resposta é clara. Voltaremos a colocar as urnas para a autodeterminação."

Mas se Torra equacionou o referendo para a primavera do próximo ano, já os parceiros da Esquerda Republicana da Catalunha (ERC) moderaram o discurso.

Sergi Sabrià, ERC: "Não é o momento de avançar datas, mas de trabalhar nos consensos que representam 80 por cento dos cidadãos da Catalunha. De obter acordos entre os múltiplos atores."

Alguns desses atores criticaram a teimosia de Torra, que se tornou no primeiro presidente catalão a ser pessoalmente advertido pelo Tribunal Constitucional das responsabilidades criminais implicadas com o não cumprimento dos seus ditames, numa eventual nova tentativa de obter a independência.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.