Última hora

Opositores ao Brexit invadem Londres

Opositores ao Brexit invadem Londres
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Uma onda azul e com estrelas douradas invadiu Londres. Centenas de milhares de pessoas de todos os cantos do Reino Unido fizeram questão de estar na capital britânica para gritar bem alto o descontentamento com o Brexit. Exigem um novo referendo.

Enquanto no interior do parlamento se debatia o plano de acordo de Boris Johnson, no exterior o primeiro-ministro era o alvo das críticas.

"Não acho que Boris deva estar no poder e, de facto, não creio que ele deva ter a última palavra. Além disso ele continua a dizer que o povo falou em Brexit... não me parece que o povo tenha falado", diz uma manifestante.

Outra afirma ser "absolutamente essencial que, qualquer que seja o absurdo que esteja a acontecer no palácio de Westminster, nós, o povo, temos, que dar a nossa opinião. E para mim, isso significa permanecer na Europa, pelo bem dos meus filhos".

Alguns contramanifestantes também decidiram aparecer e mostrar que exigem o Brexit, conforme ficou definido no referendo de 2016.

"David Cameron tinha afirmado que se uma pessoa a mais votasse para sairmos, sairíamos mesmo. Não há palavra. Só vai mostrando a hipocrisia que eles são, mentem e estão a fazer de tudo para demonstrar que conseguem ser a sociedade menos democrática que alguma vez tivemos", explica um homem vestido com as cores do Reino Unido.

Os estudos de opinião sobre o divórcio têm resultados contraditórios. Uma coisa parece ser certa, o Reino Unido está numa séria encruzilhada e qualquer que seja o caminho seguira, irá moldar as gerações vindouras daquela que é uma das principais nações europeias.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.