EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Pró-unionistas manifestam-se na Catalunha

Pró-unionistas manifestam-se na Catalunha
Direitos de autor 
De  Joao Duarte Ferreira
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A manifestação deste domingo sucedeu-se a confrontos violentos entre a polícia e apoiantes da independência

PUBLICIDADE

Milhares de catalães participaram este domingo numa manifestação em prol da união.

A manifestação foi convocada pela Associação da Sociedade Civil Catalã e contou com a participação de representantes de partidos da esquerda, centro e direita.

"Sou de Linares, os meus filhos são da Catalunha. Há 51 anos que vivo aqui e essa é a minha idade. Conhecem alguém que ame a Catalunha mais do que eu? Não, eu ano a Catalunha, Linares e sou espanhol, não separatista porque não quero barreiras", afirma Miguel Lozano, um participante na manifestação.

"Não é só uma parte que conta. Se o governo regional não representa o resto dos catalães temos que sair às ruas e dizer que estamos aqui. Não é só uma parte que conta. Todos nós somos a Catalunha", adianta Xeila, outra manifestante pró-união.

A polícia estima que 80 mil pessoas tenham participado nesta manifestação.

O ministro espanhol dos negócios estrangeiros em exercício afirma apelou à coexistência pacífica.

"A violência está a danificar Barcelona e a Catalunha. É essencial adotar o caminho da coexistência pacífica, sem isso não há solução para os problemas políticos que enfrentamos", disse Josep Borrel, chefe da diplomacia espanhola.

No sábado, cerca de 350 mil pessoas manifestaram-se a favor da independência. A manifestação foi marcada por incidentes violentos entre a polícia e os manifestantes.

Desde 14 de outubro que os protestos se sucedem na Catalunha depois do Supremo Tribunal ter condenado nove políticos e ativistas na sequência do golpe independentista falhado de 2017.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Violência abranda e Catalunha vive uma noite de protestos mais calma

"Recados" políticos depois de semana de protestos na Catalunha

Espanha: milhares deitam-se no chão em memória dos palestinianos mortos em Gaza