Última hora

Roménia: Protestos contra desflorestamento ilegal

Roménia: Protestos contra desflorestamento ilegal
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de quatro mil pessoas participaram, este domingo em Bucareste, numa marcha de protesto contra o desflorestamento da Roménia.

A manifestação foi organizada pela Greenpeace que estima que três hectares de abetos, faias e sicómoros desaparecem a cada hora nas florestas virgens de 200 mil hectares dos Cárpatos.

"Há 30 anos que as autoridades romenas negligenciam a situação das florestas. Os políticos e autoridades estatais não fazem o suficiente para impedir o desmatamento ilegal. Houve, também, vítimas entre aqueles que tentavam proteger as florestas, o que torna as autoridades cúmplices desses crimes", afirmou um dos organizadores.

Os manifestantes exigiram que as autoridades do país abram inquéritos criminais para investigar os assassinatos e ataques a trabalhadores florestais. Segundo a União de Sindicatos Silva, pelo menos seis guardas florestais foram assassinados nos últimos anos e mais de 600 foram atacados por madeireiros ilegais.

Um dos manifestantes sublinhou que "neste momento, as florestas em torno de Bucareste são cortadas, em vez de se criar um cinturão verde em redor desta cidade, como em todas as grandes capitais da Europa".

A União Europeia alertou, já, a Roménia para o declínio substancial das suas zonas verdes, o que poderá afetar o clima à escala continental.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.