This content is not available in your region

Inseminação de jaguares protege a espécie

Access to the comments Comentários
De  Euronews  com AP
euronews_icons_loading
Dra. Lindsay Vansadt
Dra. Lindsay Vansadt   -   Direitos de autor  AP Photo

Por causa da caça furtiva e da desflorestação, os jaguares diminuíram drasticamente em várias regiões do Brasil. Apesar de importância biológica e cultural, o maior felino das Américas está ameaçado e é preciso uma mobilização social e da comunidade científica para salvar a espécie. Esta quinta-feira, especialistas em vida selvagem utilizaram técnicas sofisticadas para inseminar duas fêmeas no estado brasileiro de São Paulo.

Depois de confirmarem o sucesso da inseminação, os especialistas vão utilizar estas técnicas em animais selvagens de áreas ameaçadas do Brasil

O grupo de peritos em fauna selvagem do Jardim Zoológico de Cincinnati, a organização ambiental brasileira Mata Ciliar, e a Universidade Estadual de Matto Grosso têm trabalhado durante vários anos para desenvolver o programa de inseminação para assegurar a diversidade genética da população de jaguares.

O programa provou ter grande sucesso na preservação de um grande número de grandes felinos da selva que lutam para sobreviver em habitats cada vez mais ameaçados por incêndios e desflorestação. "Se conseguirmos tirar esperma de um macho e inseminar numa fêmea de outro local, podemos manter esse fluxo genético em movimento e manter a população mais saudável", explicou Lindsay Vansadt do Zoo de Cincinnati.

A variedade genética é crucial para a sobrevivência dos jaguares, dizem os investigadores, e o programa está a ajudar a assegurar uma alternativa viável para aumentar a diversidade.